Farmácia de Manipulação

COLÁGENO TIPO II E SEUS BENEFÍCIOS NAS ARTICULAÇÕES

Sistema Articular

O sistema articular é formado pelas articulações, colágeno e colágeno tipo II, que podem ser definidas como a região de união entre dois ou mais ossos. Todos os ossos do corpo, com exceção do osso hioide, apresentam articulação com pelo menos outro osso.

As articulações, também chamadas de juntas, possuem duas funções principais: manter os ossos juntos e permitir a movimentação do esqueleto. Graças à presença das articulações, temos um corpo estável que consegue, por exemplo, manter a postura ereta. Além de garantir a união do esqueleto, as articulações evitam também o desgaste dos ossos.

Cartilagem

A cartilagem ou tecido cartilaginoso é um tipo de tecido conjuntivo de consistência rígida, mas flexível e elástico. Esse tipo de tecido não possui vasos sanguíneos, vasos linfáticos ou nervos. Por isso, é considerado um tecido avascular.

O tecido cartilaginoso apresenta uma coloração esbranquiçada ou cinzenta. É encontrado em várias partes do corpo humano, como: nariz, traqueia, laringe, orelhas, cotovelos, joelhos, tornozelos, quadris e mãos, dentre outras.

Pelo fato da cartilagem ser um tecido avascular, a nutrição das células cartilaginosas é realizada por meio dos vasos sanguíneos do tecido conjuntivo adjacente, o pericôndrio, através de difusão. Por esse motivo, o tecido cartilaginoso possui uma lenta capacidade de cicatrização e regeneração.

Função da Cartilagem

As principais funções das cartilagens são:

– Revestimento das articulações ósseas;

– Amortecimento de impactos e atrito entre os ossos;

– Auxílio nos movimentos corporais;

– Sustentação e proteção para algumas partes do corpo.

A presença do tecido cartilaginoso nas articulações responsáveis por sustentar pesos é fundamental, uma vez que esse tecido admite uma grande quantidade de carga. Essa situação ocorre nas regiões do quadril, joelhos e tornozelos.

A cartilagem das articulações é constituída por aproximadamente 60% de colágeno tipo II e funciona como um amortecedor que evita o contato e atrito entre os ossos. Por razões como inflamação crônica, fraqueza muscular, envelhecimento natural, exercícios de impacto, sobrepeso ou obesidade, nossas articulações se desgastam, o que pode gerar inflamação e dor. A degeneração ou desgaste da articulação é a artrose, também chamada de osteoartrose.

Necessidade de Suplementação de Colágeno Tipo II

Com o aumento da expectativa de vida, o número de casos de artrose tem aumentado exponencialmente. Estima-se que cerca da metade da população com idade superior a 50 anos seja acometida por essa degeneração – segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, 85% das pessoas com 75 anos têm evidências radiológicas de degeneração nas articulações e dessas cerca de 30% queixam-se de dores, inchaço e rigidez nas articulações, comprometendo a mobilidade e a qualidade de vida.

Os atletas ou pessoas muito ativas, devido à força e aos impactos suas articulações são submetidas, estão bastante suscetíveis ao desenvolvimento precoce de artrose.

O excesso de peso (ou musculatura fraca) sobrecarrega as articulações tanto quanto as atividades físicas de alto impacto. Um estudo radiológico em mais de 5.000 mulheres com sobrepeso mostrou um aumento de 80% de chances do desenvolvimento de artrose bilateral no quadril.

As propriedades mecânicas da cartilagem articular atingem seu pico por volta dos 30 anos de idade e passam a se deteriorar progressivamente, principalmente na região do joelho e do quadril.

Colágeno Tipo II na terceira idade

Segundo médicos, praticamente toda pessoa acima de 60 anos de idade tem algum acometimento em juntas que possa ser causado pela artrose. Mas isso não quer dizer que todas as pessoas terão os sintomas atribuíveis à artrose.

Estudos têm demonstrado os benefícios do uso de colágeno tipo II não desnaturado em pacientes portadores de artrose, artrite reumatoide e, até mesmo, naqueles sem diagnóstico dessas patologias, mas que sentem dor articular após realizar um treino. Os resultados mostram que esse colágeno pode reduzir a secreção de enzimas que atacam as cartilagens. Como consequência, ele auxilia na recomposição da cartilagem, além de desestimular a inflamação.

Colágeno tipo II

O colágeno tipo II é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência, tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, Colágeno Tipo 2 consiste em colágeno não desnaturado, que age juntamente com o sistema imunológico, para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. Colágeno Tipo 2 tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos.

Conclusão

O Colágeno Tipo II é capaz de dessensibilizar o sistema imunológico. Desta forma previne o “ataque” auto imune às nossas cartilagens. Por consequência, há um bloqueio da inflamação, sem a qual o paciente não apresenta mais o quadro de dor. Quando o organismo não ataca mais exacerbadamente as cartilagens, é reestabelecida a homeostase entre quebra e síntese do colágeno tipo II, devolvendo a mobilidade e o conforto ao paciente, promovendo melhora da qualidade de vida.

Sobre a Físico Farma

O Colágeno Tipo II é produzido e vendido pela FÍSICO FARMA, uma farmácia de manipulação de formulados personalizados, em Belo Horizonte-MG, que atua com energia 100% renovável e trabalha com comprometimento para produzir os melhores produtos. 

Blog Físico Farma

 

Everton F. D. Col

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De volta ao topo